A explosão de um carro-bomba no centro de Damasco, na Síria, causou a morte a pelo menos 53 pessoas e feriu mais de 250, noticia a agência Reuters.

O atentado foi registado numa estrada movimentada, junto à sede do partido do regime, o Baas, e muito próximo da embaixada russa, reportam os meios de informação estatais e ativistas.

A televisão estatal referiu-se a esta explosão como «terrorista».

Em quase dois anos de guerra civil, 70 mil já perderam a vida no conflito.
Redação / PO