Quatro sismos abalaram, esta segunda-feira, a região sudeste da Guatemala, em menos de duas horas. Pelo menos três pessoas terão morrido na sequência dos abalos, apesar de serem ainda escassas as informações sobre as consequências dos terramotos.

O maior dos quatro abalos registou uma magnitude de 5,8 na escala de Richter. Os epicentros foram todos registados numa região a 30 quilómetros da capital, mas foram sentidos em grande parte do país.

«Não há razão para pensar que haverá algo maior», disse o presidente Alvaro Colom, numa conferência de imprensa, apelando à calma da população.

A cidade de Cuilapa e as regiões de Santa Maria e Ixhuatán Oratorio foram as mais afetadas. De acordo com as agências de informação internacionais, os terramotos causaram deslizamentos de terra. Pelo menos um carro ficou soterrado.
Redação / MM