A TVI está a acompanhar a maior crise humanitária dos últimos tempos. Na Somália a fome já matou milhares e ameaça matar muitos mais. A equipa da TVI visitou um hospital no campo de refugiados e encontrou relatos impressionantes de sobrevivência, mas também encontrou a esperança.

Uma das mulheres que aceitou falar aos enviados especiais de Queluz, contou que caminhou durante três meses com o filho ao colo apenas com uma mão cheia de cereais. Uma outra jovem mulher conta que fez uma viagem similar apenas com açúcar.

As crianças são a face mais visível da fome que alastra. No hospital visitado pouco mais há a fazer do que administrar alguns antibióticos. Aqui, luta-se pela vida, mas também se dá a vida com os partos das crianças que ainda dão esperança ao mundo.
Redação / CLC