O antigo co-apresentador do programa "Mythbusters" (Caçadores de Mitos) Adam Savage foi formalmente acusado de violação pela irmã mais nova, esta terça-feira. Miranda Pacchiana, de 51 anos, alega que tudo aconteceu quando ela tinha entre sete e 10 anos, quando moravam juntos em Sleepy Hollow, Nova Iorque.

A partir de 1976 até aproximadamente 1979, Adam Savage violou repetidamente Miranda Pacchiana e forçou-a a fazer-lhe sexo oral, juntamente com outras formas de abuso sexual", pode ler-se no processo que deu entrada no Supremo Tribunal de Westchester.

O processo descreve que Savage, que há altura dos factos teria entre 9 e 12 anos, “mascarava” os abusos como um jogo, impedindo a irmã de sair da cama, onde terá levado a cabo os atos sexuais de que é acusado.

Numa publicação do seu blog, Miranda descreve ter sido abandonada pela família depois de ter decidido tornar o caso público.

Eu presumi que os meus familiares compartilhavam a minha vontade de analisar o que estava errado na nossa casa e seguir um caminho juntos para sarar as feridas. Eu estava tristemente enganada”, afirmou.

Segundo a irmã de Savage, a sua família acreditou nas suas alegações, no entanto, afirma que o comportamento deles a deixou “com a sensação de que o abuso não importava” e de que, ao invés de abordar o assunto, “pareciam determinados em varrer o trauma para debaixo do tapete”.

O especialista em efeitos especiais de 52 anos é mais conhecido como o ex-co-apresentador de "Mythbusters", uma série do Discovery Channel que testa a validade de mitos e lendas populares.

Para o advogado de Miranda, este processo é o primeiro passo “na direção da cura de feridas e de justiça”.

O abuso prolífico do Sr. Savage, como alegado na denúncia, causou danos irreparáveis à minha cliente, com os quais ela terá de viver para o resto da vida”, frisou o advogado de defesa, Jordan Merson, através de um comunicado.

Já a reação de Adam Savage veio através do seu advogado, que negou todas as acusações.

Enquanto eu espero que a minha irmã receba ajuda para encontrar a paz que precisa, isto tem de acabar. Durante muitos anos, ela atacou-me e a outros membros da família implacável e falsamente”, pode ler-se no comunicado.

O antigo apresentador de "Mythbusters" acusa a irmã mais nova de espalhar “numerosas histórias falsas” em busca de “retribuições financeiras”.

Adam Savage garante que irá lutar contra este “processo infundado” para pôr um fim no assunto “de uma vez por todas”.