O número de vítimas mortais do atentado em Estrasburgo, da passada terça-feira, numa mercado de natal, subiu para quatro, avança a agência Reuters, que cita a Procuradoria-geral francesa.

"Era uma pessoa que estava a lutar pela vida", acrescentou a mesma fonte oficial.

Chérif Chekatt, o autor do ataque terrorista foi abatido pela polícia francesa na quinta-feira. O “terrorista” terá disparado primeiro e os polícias “abateram-no para se defenderem e protegerem”.

Recorde-se que além das vítimas mortais, o atentado fez 13 feridos, alguns em estado grave. 

Com a morte de mais uma vítima do ataque o balanço é agora de 11 feridos, quatro ainda estão internados. Acresce mais uma vítima que se encontra em morte cerebral.

O Ministério Público francês abriu uma investigação por homicídio e tentativa de homicídio relacionada com uma organização terrorista, assim como por associação terrorista. Até ao momento foram detidas cinco pessoas, quatro da família do atacante e outra pessoa "próxima", mas sem laços familiares.

Veja também:

/ PP (atualizado às 15:23)