Um avião aterrou esta quarta-feira na ilha de La Palma, no arquipélago espanhol das Canárias, o primeiro desde o encerramento do aeroporto, no sábado, devido à erupção do vulcão Cumbre Vieja, indicou a entidade gestora dos aeroportos espanhóis (Aena).

O avião, pertencente à companhia aérea Binter, que assegura a maioria das ligações interinsulares, aterrou em La Palma ao início da tarde, procedente da ilha vizinha de Tenerife, precisou um porta-voz local da Aena, citado pela agência francesa AFP.

Segundo a Binter, o voo foi possível graças à “melhoria das condições de segurança” aérea em La Palma, onde o vulcão está ainda ativo, mas já não expele cinza, que era prejudicial à visibilidade das aeronaves, apenas lava.

Retomámos os voos para La Palma”, confirmou a companhia na rede social Twitter, indicando ter igualmente retomado a sua “colaboração para enviar material de apoio às vítimas da erupção do vulcão”.

De acordo com o ‘site’ da internet da Aena, estão previstos outros voos durante a tarde desta quarta-feira, provenientes e com destino a outras ilhas das Canárias.

O aeroporto de La Palma tinha sido encerrado no sábado de manhã devido à acumulação de cinza projetada pelo Cumbre Vieja.

Foi oficialmente reaberto no domingo, mas os voos estiveram até agora suspensos, enquanto se aguardava uma melhoria das condições de visibilidade.

A erupção do Cumbre Vieja, que começou a 19 de setembro, levou à retirada de mais de 6.000 pessoas da zona e causou danos avultados na pequena ilha de 85.000 habitantes.

Na noite de terça para quarta-feira, a corrente de lava do vulcão chegou às águas do oceano Atlântico.

Agência Lusa / NM