Fumio Kishida tomou posse hoje como novo primeiro-ministro do Japão, numa sessão parlamentar extraordinária após a sua vitória nas primárias do Partido Liberal Democrático (LDP).

A nomeação de Kishida foi formalmente ratificada numa votação em ambas as casas, na qual a coligação governante tem uma grande maioria.

Kishida ganhou 311 votos na Câmara Baixa, contra 124 votos para o principal líder da oposição Yukio Edano. A Câmara Alta também lhe deu uma grande maioria com 141 votos, em comparação com os 65 de Edano.

Fumio Kishida, de 64 anos, sucede a Yoshihide Suga, que se demitiu em bloco com o seu gabinete após pouco mais de um ano no poder.

O novo chefe de governo deverá anunciar a composição do Governo nas próximas horas.

Tendo alcançado consenso no seio do Partido Liberal Democrático (LDP, direita conservadora), o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros (2012-2017) terá de conduzir o seu partido às eleições legislativas a realizar em novembro, o mais tardar.

Agência Lusa / HCL