Tiago Pinto foi apresentado esta quarta-feira como novo diretor-desportivo da Roma, orientada por Paulo Fonseca, depois de ter cumprido alguns dias de isolamento devido a um teste positivo à covid-19 na chegada a Itália.

Em declarações aos jornalistas, o dirigente português admitiu que não foi fácil deixar o Benfica.

«Tenho uma história de amor muito grande com o Benfica e por isso a decisão não foi fácil», começou por dizer.

«Mas de qualquer forma o que realmente me motivou foram as conversas que tive com os proprietários, senti-me muito motivado para ser uma peça muito importante e conseguir ajudar a que a Roma seja cada vez mais competitiva», prosseguiu.

Tiago Pinto deixou depois elogios ao treinador Paulo Fonseca: «Paulo Fonseca será o quinto treinador com quem vou trabalhar. Conheço-o como adversário, identifico-me com as suas ideias futebolísticas e são as ideias que queremos no nosso clube.»