As taxas Euribor estão a cair há 113 sessões e voltaram esta sexta-feira a atingir novos mínimos.

Os economistas acreditam que vêm aí novos cortes por parte do Banco Central Europeu (BCE), mas um membro da autoridade monetária já alertou que não serão «muitos mais».

Esta sexta-feira, as Euribor estão a incorporar esta expectativa de novas reduções nos juros e, por isso, renovaram quedas históricas.

A taxa a 3 meses, utilizada sobretudo para os créditos a empresas, caiu hoje para 1,574% e a indexante a 6 meses, a mais usada nos contratos de crédito à habitação em Portugal, desceu para 1,723%. Também a maturidade a 12 meses recuou para os 1,866%.

Recorde-se que o BCE baixou recentemente os juros, na Zona Euro, para 1,5%.