A festa começou logo com o apito final. Jogadores, equipa técnica, adeptos do River Plate que estavam no La Bombonera, casa do eterno rival, celebraram a passagem à final da Libertadores, a 7.ª da história do clube, e com um sabor mais especial por terem deixado o Boca Juniors pelo caminho.

E em festa continuaram depois no túnel e no balneário, sempre com o mesmo lema: «Outra vez, outra vez. A história repete-se outra vez.»

 

E claro, estendeu-se depois às ruas de Buenos Aires, com os adeptos dos milionários a juntarem-se junto ao Monumental para festejar com os jogadores.

 

 

Apesar da eliminação, os jogadores do Boca Juniors saíram do relvado debaixo de uma grande ovação e dos cânticos de apoio dos adeptos.