Na antevisão ao jogo com o Benfica, Luís Castro, treinador português que orienta o Shakthar Donetsk, fez o exercício de tentar adivinhar a equipa titular do Benfica.

Bruno Lage, que falou depois do adversário, recusou tentar adivinhar o onze do adversário.

«Eu espero é acertar no meu para ganhar», disse apenas.

Já sobre quem iria jogar no meio-campo e na frente, Lage também não deu pistas. «O mais importante é a dinâmica que os jogadores têm, independentemente de quem jogue».