Com José Peseiro de volta à Liga Europa, sucessora da Taça UEFA, na qual o técnico levou os leões à final – perdida em Alvalade frente ao CSKA Moscovo –, existe a curiosidade de saber até onde pode chegar o Sporting, novamente com Peseiro ao leme. O treinador, porém, desvaloriza o seu «historial», ainda que reconheça a importância dessa final de 2005, por ter sido a última presença dos verde e brancos numa final europeia.

«O Sporting também já esteve nas meias-finais desta competição e nos quartos, no ano passado. Claro que jogar uma final foi o melhor que o Sporting fez porque só jogou duas finais europeias. Felizmente, uma foi comigo, infelizmente não ganhámos. Todos têm um historial, mas o importante agora é pensar no jogo com o Qarabag», desvalorizou.

Ainda assim, Peseiro assume que os leões querem chegar longe nesta Liga Europa, recordando o percurso da época passada, ainda que alertando para as dificuldades que este tipo de competição tem associadas.

«Acho que, na época passada, o Sporting fez uma boa campanha na Liga Europa. Caiu aos pés do Atl. Madrid e da forma que foi. E quem está no Sporting, seja qual for a competição, não faz sentido não ter objetivos ou a noção que pode fazer coisas boas. O Sporting tem a responsabilidade de encarar as provas em que está com a vontade de fazer coisas boas. Esta é uma competição curta, com pouca margem de erro e mais importante é colocar o foco no jogo de amanhã. Queremos vencer, sabendo aquilo que o Qarabag vale. Para isso, temos de jogar bem e fazer mais golos do que o adversário», aponta.

Já sobre a gestão que vai fazer, tendo em conta o jogo com o Sp. Braga, na segunda-feira, para o campeonato, o técnico assume apenas que «vai haver alterações.»

«Claro que pensamos no jogo seguinte, mas não com a importância que vocês dão. A equipa que vai jogar a amanhã tem a ver com o que é bom para a equipa, mas também a gestão de todos os jogos. Sabemos da qualidade dos jogadores que temos e é possível que haja mais alterações», concluiu.

Adérito Esteves / Estádio José Alvalade, em Lisboa