A FIGURA: Bruno…Bruno Wilson

A semelhança no nome próprio deve ter servido de inspiração ao central do Tondela. Se normalmente é Bruno Fernandes quem está habituado a resolver do lado dos leões, desta vez foi outro Bruno, o do Tondela, neto de Mário Wilson, a roubar as luzes da ribalta para se tornar o homem do jogo. O golo marcado já ao cair do pano acresce aos muitos lances em que demonstrou a frieza necessária para travar as investidas atacantes dos leões, o que resultou numa exibição bastante positiva do central tondelense.

O MOMENTO: Cláudio Ramos e as «negas» a Bruno Fernandes

Não foi o momento, foram os momentos. Dois livres diretos batidos de forma exímia por Bruno Fernandes e o guarda-redes do Tondela a brilhar a bom nível, negando dois golos quase cantados com duas boas defesas, ambas absolutamente decisivas para o desenrolar da partida e para o desfecho favorável aos tondelenses.

OUTROS DESTAQUES

Cláudio Ramos

O guarda-redes tondelense, titular incontestável há mais de 80 jogos, foi novamente crucial para o Tondela. Quando chamado a intervir, o guardião mostrou-se a bom nível, sobretudo ao opor-se a dois livres diretos de Bruno Fernandes que levavam selo de golo, não fossem as duas boas intervenções do português. Apareceu a bom nível nos momentos mais decisivos do encontro.

Vietto

O argentino desviou as atenções dos adeptos neste jogo, mostrando-se quase sempre o mais interventivo da parte do Sporting. Perante um Bruno Fernandes apagado no primeiro tempo, foi Vietto a responsabilizar-se por criar jogo e armar o jogo ofensivo, embora sem a eficácia desejada. Não foram poucas as vezes em que foi atrás ajudar no processo defensivo, parecendo quase omnipresente na partida em Tondela, embora sem a preponderância reconhecida.

Bruno Fernandes

Adormecido na primeira parte, muito acordado na segunda. Já habituado a ser decisivo na equipa dos leões, o capitão tentou acordar o leão no segundo tempo, mostrando-se como o elemento que mais perigo criou, sobretudo em lances de bola parada. Deu meia parte de avanço desta vez, mas ainda foi a tempo de mostrar um pouco da sua graça, infelizmente não foi suficiente, estará a pensar neste momento o internacional português.

Pepelu

Uma assistência para golo a somar a uma exibição consistente no meio-campo do Tondela. Partida quase sem falhas do médio defensivo dos beirões, que ainda deu um pezinho na vitória da sua equipa.

João Pedro

Saiu à entrada do último quarto de hora de jogo, mas fez uma exibição bastante consistente, revelando-se como um dos melhores em campo frente ao Sporting. Quase sempre bem posicionado, o médio do Tondela foi o portão da muralha montada pelo Tondela, importante para estancar os ataques dos leões, pelo menos enquanto o jogo e a condição física o permitiram.

Tiago Filipe Silva / Estádio João Cardoso, Tondela