A Figura: Luis Díaz

O seu talento cobriu de ouro uma noite azul. Velocidade, habilidade e verticalidade. O extremo colombiano precisou de meia-hora em campo para rubricar aquela que foi provavelmente a sua melhor exibição no FC Porto. Esta noite, esteve endiabrado. Conquistou uma grande penalidade, logo de seguida isolou Fábio Silva e terminou a noite com um golaço. Uma cavalgada impressionante que só terminou com uma bomba a bater Koffi.

--

O momento: minuto 31. Golo de Tiquinho Soares

Antigamente, 21h30 era a «Hora do Vitinho», um desenho animado que aparecia na televisão a mandar os mais pequenos para a cama. Agora, 21h30 é hora de jogos de futebol. Talvez por isso, o FC Porto entrou adormecido em campo. Acordou aos 31m, com um golo de cabeça: «a hora de Tiquinho». Não foi o melhor golo da noite, longe disso, mas foi o mais decisivo: aquele com que o FC Porto embalou para uma noite descansada. 

--

Outros destaques:

Tiquinho Soares

Cinco meses depois, o golo. Tiquinho Soares acabou com o jogo jejum e matou a fome com a sua especialidade: de cabeça, aos 31m, subiu na área e colocou a bola no fundo das redes.

Uribe

A recuperar bolas e a pautar o jogo é exímio, falta-lhe ainda assim mais chegada à área. Hoje, teve-a. A ponto de hoje ter feito o seu primeiro golo pelo FC Por… Not so fast. O VAR acabou por anular o lance ao descobrir-lhe um braço na bola. Manteve-se a seca do colombiano, mas a boa exibição ninguém lhe tira.

Fábio Vieira

Que talento… O extremo entrou para o lugar de Otávio e o FC Porto soltou-se em definitivo com o seu futebol-ouro de 24 quilates. Fábio ameaçou logo aos 62m, com um remate sobre a barra, e aos 82m esteou-se a marcar pela equipa principal, num livre superiormente marcado. Que deleite é vê-lo jogar de cabeça levantada…

Mbemba

Elogiado por Conceição na antevisão, o congolês voltou a ter uma atuação segura na retaguarda. Interessante a forma como desarma e como cobre amplamente os espaços, a fazer lembrar Éder Militão na época passada. Teve ainda assim um único erro, um atraso demasiado curto aos 70m, que Marchesín resolveu.

--

Pina

Cabeceou aos 78m uma bola ao poste na melhor oportunidade do Belenenses SAD em todo o jogo. Na primeira parte, teve um par de boas iniciativas. Ainda assim, apesar da boa entrada em jogo, não é fácil identificar exibições positivas nesta equipa de Petit após uma goleada por 5-0.

Sérgio Pires / Estádio do Dragão, Porto