FIGURA: CORREA

O médio argentino regressou à titularidade, e foi um dos obreiros das manobras ofensivas do Marítimo, e da boa exibição da equipa no geral. Jogando pelo meio ou nas alas, foi sempre um foco de criatividade.

MOMENTO: MINUTO 13, DO AZAR DO FEIRENSE

Grande penalidade a favor do Feirense, lanterna vermelha da Liga, e Crivellaro falha. Penálti mal batido com Charles a ir para um lado e a bola para outro, mas a passar ao lado... Não marcou o Feirense, e a partir daí tudo foi mau: dois golos sofridos em lances quase seguidos e ainda duas expulsões na segunda parte.

FICHA DE JOGO E AO MINUTO

OUTROS DESTAQUES

Nanu: o jovem lateral guineense dá profundidade ao ataque insular, e voltou a demonstrar o porquê de ter conquistado o lugar a Bebeto, que começara a época como indiscutível. Voltou a ter influência no resultado ao assistir para o golo de Joel, que abriu o marcador.

Edgar Costa: o capitão madeirense pauta-se sempre pela entrega em campo, e voltou a personificar a garra de que Petit tanto gosta. Mas Edgar Costa também dá nas vistas pelos golos de belo efeito que é capaz de marcar, sobretudo através de livres em posição frontal à baliza. Já o fizera no último jogo em casa com o Nacional, e tornou a fazê-lo. Saiu lesionado no início da segunda parte, mas teve clara influência no resultado. Tudo isto em dia de aniversário.

Ali Ghazal: o médio defensivo egípcio não estava a assinar um mau jogo, mas deitou tudo a perder ao ver dois cartões amarelos num curto espaço de tempo, em lances de alguma desatenção. Se a vida já estava difícil para o Feirense, ainda mais complicada ficou.

Crivellaro: falhou um penálti, mas mesmo assim afirmou-se como um dos mais importantes elementos para as movimentações ofensivas da sua equipa. Foi, aliás, claramente o melhor elemento dos fogaceiros.

Marco Milho