Declarações de Armando Evangelista, treinador do Arouca, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após a derrota (2-1) frente ao Moreirense:

«Acho que ao jogo que fizemos, pontuar sentia-me frustrado. Imaginem como me sinto por não levar nada. Conseguimos surpreender o Moreirense, na primeira parte temos duas situações claras de golo, sem que o Moreirense nos conseguisse incomodar. Numa transição acabamos por ficar em desvantagem. Continuamos, em termos estatísticos fomos superiores em tudo, mas não levamos pontos. O caminho é este, o que jogámos e fizemos, num processo contínuo, vamos melhorar. Não podemos sofrer da forma que sofremos, custa caro na 1.ª Liga. Mas vou daqui satisfeito, conseguimos ter bola, chegar a zona de finalização e o resultado não espelha o que foi produzido».

[Reação após sofrer o segundo golo] «Tem sido o nosso apanágio este tipo de reação. Não me surpreende. Este percurso tem sido feito de homens e de pessoas de caráter, conseguindo ter cabeça e critério no que se estava a fazer, sempre com intensidade e com uma vontade tremenda».

Bruno José Ferreira / Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos