Bruno Lage reencontra o homólogo Ricardo Soares, agora treinador do Moreirense. Soares era o técnico do Sp. Covilhã quando as águias empataram na Serra da Estrela. Motivo para manter o treinador do Benfica em alerta máximo.

«Conheço bem o Ricardo [Soares], já o defrontámos quando jogámos contra o Sp. Covilhã. Espero um aversário muito competente, a defender e a atacar. Temos de ser competentes e repetir aquilo que fizemos no último jogo [Shakhtar] até aos 60/70 minutos, período em que fomos consistentes a atacar e a defender. Temos de olhar para o campeonato e fazer deste jogo uma final para conquistar os três pontos», começou por destacar

Em relação às últimas semanas, com maus resultados, Bruno Lage apenas referiu que a pressão para si é «sempre máxima».

«Mais pressionados? Não lhes sei dizer. A pressão que coloco em mim é sempre máxima. O treinador do Moreirense diz que não vem jogar para defender. É como nós. Temos sempre a ambição e vontade de vencer tem de ser máxima», acrescentou.

O Benfica-Moreirense realiza-se na segunda-feira às 20h45.
 

Ricardo Gouveia / Centro de Treinos do Seixal