Declarações do treinador do Benfica, Bruno Lage, na conferência de imprensa após a derrota frente ao Sp. Braga, por 1-0, em jogo da 21.ª jornada da Liga:

[Teme que possa perder o título, tal como aconteceu ao FC Porto no ano passado?] «Não. Há duas coisas que são muito importantes. O Rúben Amorim esteve aqui e disse uma grande verdade. Há momentos bons e menos bons, mas há coisas fundamentais: a nossa qualidade de jogo e o facto de estarmos habituados a esta pressão, eu próprio coloquei pressão na equipa hoje e fizemos uma grande exibição. Tudo o que são receios, preocupações, temos de deixar tudo para trás, enfrentar o próximo jogo de frente, essa é a minha mentalidade, é jogar para o ataque. Queremos andar para a frente e é com esta mentalidade que vamos chegar ao final do campeonato nesta posição.»

[Jogadores podem acusar pressão a nível mental depois destas derrotas?] «Há uma grande diferença entre as grandes e as outras equipas: a diferença é essa, a responsabilidade de representar este clube, independentemente dos resultados, no jogo seguinte tenho de estar a top. O ano passado vencemos o jogo no Dragão e a seguir empatámos com o Belenenses, mas partimos para uma sequência de resultados muito bons. A resposta de hoje vai nesse sentido. Triste por termos perdido, mas fruto do nosso trabalho, um momento menos positivo ainda nos permite estar na liderança. Dependemos de nós e é nesse sentido que temos de continuar.»

Rafael Vaz / Estádio da Luz, Lisboa