A poucas horas do encontro foi Raul de Tomas a integrar o boletim clínico, isto já depois de Rafa se ter lesionado com gravidade a meio da semana. A propósito do internacional português, Bruno Lage está convicto de que este vai conseguir recuperar ainda mais rápido do que Chiquinho, uma vez que a lesão é em tudo semelhante à do colega de equipa, entretanto regressado.

«Sobre o Rafa fica o desafio, normalmente ele é mais rápido do que o Chiquinho, esperemos que seja mais rápido a recuperar do que o Chiquinho», começou por dizer o técnico encarnado, após a vitória frente ao Tondela.

Ainda sobre a lesão do avançado, Lage não quis alongar-se em explicações sobre um possível ataque ao mercado de inverno: «De outubro até dezembro, ou início de janeiro, temos dois meses, o importante é o Rafa trabalhar para recuperar como fez o Chiquinho.»

Enquanto Rafa não regressa, o técnico pode pelo menos contar então com Chiquinho, regressado de lesão. O técnico explicou em que posições pode alinhar o português resgatado ao Moreirense no início da época.

«Não queria falar muito do Chiquinho. A última vez que falei do Chiquinho ele saiu de cena. Acreditamos que é um jovem jogador que pode jogar como terceiro médio, segundo avançado e num 4-4-2 como o nosso jogar numa das alas», concluiu.