Após o desaire europeu com o Lyon, Bruno Lage só tem um objetivo em mente para a deslocação aos Açores: sair do jogo com a liderança.

«O objetivo é sairmos do próximo jogo na mesma posição [primeiro lugar da Liga]. Para isso temos de fazer grande jogo, contra uma equipa que tem apresentado bom futebol. Tem conseguido vitorias e tem a tranquilidade necessária. Além disso, domina muito bem dois sistemas», refere.

«Podemos ter de jogar contra mais uma equipa com linha de cinco, mas o importante é fazermos uma boa exibição e conseguir os três pontos para terminar este ciclo de sete jogos da melhor forma», disse ainda.

Ora, e com a possibilidade de voltar a defrontar uma equipa com uma linha de cinco defesas, Lage não espera ter muitos espaços para explorar.

«Já percebemos que os adversários estão a jogar de forma diferente contra nós. Há muitas equipas a jogar com uma linha [defensiva de cinco], a darem-nos menos espaço para explorar, com os médios a defender muito perto da área», analisou, reforçando a necessidade de ter um ataque paciente. Mas também a bancada…

«Essa forma de os nossos adversários jogarem requer paciência dos jogadores. Precisamos de fazer a bola andar rápido até encontrarmos espaços na defesa adversária. E é preciso que os adeptos também percebam isso, continuem a apoiar e tenham paciência», apela.

Adérito Esteves / Centro de treinos do Benfica, Seixal