Figura: Chiquinho

O extremo esteve envolvido nos dois golos do Estoril, num deles foi o marcador. Bastante interventivo, soube descer ao meio campo para ajudar no processo defensivo e no ataque não falhou.

Momento do jogo: Khacef falha, Chiquinho aproveita, minuto 20

Chiquinho não perdoou o erro de Khacef, roubou a bola no meio campo e só parou quando marcou o primeiro golo do jogo. Não hesitou com a saída de Niasse e com pequeno chapéu bateu o guardião auriverde. Apesar de estar a ser melhor até esse momento, a equipa de Pako sofreu um duro golpe e jamais se reencontrou. 

Outros destaques:

Salvador Agra: esteve bem no jogo e esteve presente nas melhores chances de golo do Tondela. A perder, fez valer a sua experiência e foi um dos principais impulsionadores da tentativa dos beirões de reentrarem no encontro.

Boselli: apesar da derrota, estreou-se a marcar pelo Tondela. Puxou dos galões e com uma “bomba” do meio da rua quebrou o enguiço dos beirões, que não conseguiam bater Dani Figueira

Leonardo Ruiz: destaque para a qualidade com que desviou dois defesas do caminho para fazer o segundo golo do Estoril. Trabalhou muito na frente de ataque. 

Dani Figueira: apesar de ter sofrido um golo, foi fundamental para assegurar que o Estoril saísse de Tondela com os três pontos na bagagem.

Rafael Santos / Estádio João Cardoso, Tondela