FIGURA: Rodrigo Soares
Jogo fechado e encaixado. Independentemente do figurino na asa direita avense lá esteve a regularidade de Rodrigo Soares. O brasileiro voltou a assinar uma prestação com muita qualidade, sendo seguro a defender e acutilante na manobra ofensiva. Entendeu-se bem com Baldé e está no canto que dá o segundo golo ao emblema avense. Prestação muito regular.

MOMENTO: Bracali sem garras de pantera (72m)
Livre em zona frontal à baliza, em zona prometedora, ainda que Vítor Costa não tenha disferido um remate propriamente portentoso. Lance aparentemente controlado, Bracali tinha condições para segurar a bola mas deixou o esférico escapar por entre as garras. Má abordagem do guarda-redes que brilhou na última jornada, um «frango» como se diz na gíria a abrir o jogo.

OUTROS DESTAQUES

Bueno
Reforço de inverno proveniente do FC Porto, o espanhol veio emprestar critério na construção de jogo do Boavista. Atirou com perigo à baliza avense na sequência de um canto e foi o principal dinamizador do jogo axadrezado.

Vítor Gomes
Extensão do treinador em campo, o capitão avense organiza a equipa e acerta marcações neste novo modelo. É um faz tudo no meio campo, defende e ataca com qualidade. Destacou-se pela qualidade de passe a solicitar os colegas.

Fábio Espinho
Regresso às opções do capitão do Boavista, com uma prestação prática no meio campo montado por Lito Vidigal. Num jogo de luta o médio teve músculo nos duelos.

Fariña
Prestação açucarada do argentino, com vários pormenores interessantes. Traçou rasgos pelo corredor central, esteve mesmo perto do golo. Faltou definir melhor para conseguir ser determinante no jogo.

Bruno José Ferreira / Vila das Aves