Fábio Martins, jogador do Famalicão, interagiu neste domingo com alguns utilizadores da rede social Twitter, na sequência de uma análise à movimentação da equipa no lance que originou o empate frente ao Benfica (1-1).

Um dos utilizadores destacou o apoio do médio na jogada e Fábio Martins fez questão de corrigir: «Não foi o médio que apoiou dentro e sim o ala do lado contrário. Foi aí que ganhamos superioridade.»

O lateral Ivo Pinto jogou para Walterson ao centro, o extremo brasileiro colocou de primeira junto à linha, pela direita, e Fábio Martins surgiu em corrida para cruzar rasteiro para a finalização de Guga, no coração da área, ao minuto 84. Pizzi tinha inaugurado o marcador na primeira parte.

Esse tipo de movimentação é trabalhada? «Depende. Tinha de ver o contexto do lance para perceber porque estava ele ali. É pensar o jogo, perceber onde está o espaço e onde podes ser útil. Isso não se trabalha, é a inteligência. Ainda para mais nesta fase da época que é recuperar de um jogo para estar bem no próximo», atirou o jogador cedido pelo Sp. Braga ao Famalicão.

Fábio Martins está a realizar uma grande época na equipa famalicense, com 10 golos em 33 jogos. 

Recorde o golo do empate do Famalicão frente ao Benfica (1-1):