Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em declarações na sala de imprensa do Estádio do Dragão, após a vitória por 2-0 frente ao P. Ferreira, no jogo que encerrou a 12.ª jornada da Liga:

«Sabíamos que íamos encontrar uma equipa que se organiza bem defensivamente. É importante realçar que tivemos um jogo exigente em termos físicos a meio da semana, num piso diferente e que só regressámos sexta-feira ao Porto. Temos de estar preparados para isso, não quero arranjar qualquer tipo de desculpa. Em termos de brilhantismo e qualidade técnica, houve menos momentos interessantes do que nos outros jogos.

«É verdade que na primeira parte tivemos momentos em que podíamos ter circulado a bola de forma mais rápida. O Paços estava bem organizado defensivamente. Depois conseguimos fazer o golo, que era o mais importante, num lance de bola parada onde somos fortes. Estivemos sempre seguros no jogo, reagimos rápido à perda e não deixámos o adversário sair em transição.

Enviámos uma bola ao poste e poderíamos ter chegado ao intervalo com uma vantagem diferente. Na segunda parte procurámos ir à procura do segundo golo, percebendo que tínhamos jogado a meio da semana. O golo surgiu ao minuto 76, mas podia ter surgido antes. O Paços teve mais bola, consentida por mim, porque a estratégia era exatamente essa: forçar o corredor central, dar mais segurança à equipa e a partir daí criar problemas ao adversário. Fizemos o 2-0, tivemos outra bola no poste e se o jogo acabasse com mais um ou outro golo, não seria de espantar. Vitória justa, sem grande brilhantismo à exceção do golo do Zé Luís. Foi realmente fantástico.»

 

Vítor Maia / Estádio do Dragão, Porto