Depois de subir à liderança da Liga, o FC Porto visita a Madeira para defrontar o Marítimo. Na véspera do duelo e minutos antes de viajar para a Madeira, Sérgio Conceição lembrou a dificuldade dos dragões em vencer no Caldeirão dos Barreiros.

«Temos expetativa de continuar no primeiro lugar. Passa isso temos de vencer amanhã, sabendo obviamente que o Marítimo é uma equipa tradicionalmente difícil em casa. Temos de estar preparados para essas dificuldades e estarmos satisfeitos com o resultado e a exibição. O resultado e os três pontos são o mais importante», começou por dizer.

Antes da chegada de Conceição, os azuis e brancos estiveram seis jogos sem triunfar no terreno do emblema insular, facto lembrado pelo técnico. Antes, porém, o assessor dos portistas interrompeu a questão acerca do Marítimo e o treinador pediu-lhe para então responder, em tom de brincadeira.

«O Rui está a meter-se (risos). Rui, continua», disse, entre risos.

«Já tive várias abordagens com os jogadores sobre esta equipa e as dificuldades. É um adversário tradicionalmente difícil, independentemente do estado anímico da classificação. Estas equipas transcendem-se nos jogos com os grandes. Por norma, o Marítimo ocupa o primeiro terço da tabela e tem individualidades interessantes. Espera-nos um jogo à imagem dos que tivemos nos últimos anos. Apesar de termos vencido, as últimas duas saídas à Madeira foram complicadas. Antes de chegar, o FC Porto esteve seis jogos sem vencer na Madeira. Cabe-nos querer e ter determinação para manter o primeiro lugar e vencer o jogo», completou.

Conceição referiu ainda que a posição da sua equipa na Liga não tem influencia na preparação dos jogos ou no rendimento dos jogadores.

«O mais importante é estarmos em primeiro em maio. Não influencia cada jogo. Independentemente de estarmos em primeiro, segundo ou terceiro lugares, temos a pressão de ganhar para melhorar a nossa posição na tabela ou para a manter. Por isso, a pressão, a motivação e a preparação para os jogos não tem a ver com a classificação», concluiu.

Vítor Maia / Estádio do Dragão, Porto