Vasco Seabra, treinador do Moreirense, na sala de imprensa, após derrota por 3-2 frente ao Tondela:

«Entrada péssima da nossa parte e não é habitual entrar com esta displicência. Frustrados por essa entrada, mas depois temos de valorizar os restantes 78 minutos de jogo, dos melhores que tivemos na época. Criámos um volume de jogo que nos levou a reduzir para 3-1 e 3-2. Na segunda parte tivemos uma série de oportunidades claras e temos muito volume de jogo perto da área que podíamos ter chegado ao empate e ter reentrado na luta pela vitória.

[substituições tardias] Acreditávamos naquilo que estávamos a fazer e o que fizemos foi acalmar depois dos minutos iniciais. Equacionamos mexer, mas a equipa foi respondendo individual e coletivamente e por essa razão achamos que não devíamos fazer trocas.

[exibição de David Simão] O David Simão dispensa apresentações. É um jogador com qualidade, que tem critério no jogo, que dá qualidade de construção e que dá agressividade defensiva. Não concordo que tenha entrado apático, penso que foi geral e não tem a ver com a organização defensiva da equipa.

[número de jogos daqui para a frente] Temos oito jogos no prazo de um mês. É uma batalha dura para enfrentar com jogos de quatro em quatro dias e isso vai implicar que todos os jogadores são necessários. Temos um plantel competitivo e equilibrado. Temos de gerir o esforço deles e temos confiança de que vamos acabar o campeonato bem».

Nuno Dantas / Estádio Comendador Joaquim Almeida Freitas