Declarações de Manuel Machado, treinador do Nacional, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o empate (2-2) frente ao Moreirense:

«Vivemos um ciclo de grandes dificuldades por força da posição na tabela, o que tira lucidez e cria ansiedade. Foi visível no facto de não termos sabido manter as duas vantagens que tivemos. Em organização, empenho, capacidade de luta, estiveram no campo, inclusive capacidade de fazer três golos, um deles apenas por escassos centímetros foi invalidado. Tenho dificuldade em responder o que faltou. Se calhar, talvez com um pouco mais de lucidez e tranquilidade saíssemos daqui com a vitória. Depois há aquilo que não controlamos, as questões de dez centímetros, que é sorte e azar. Há também erros como o do segundo golo, uma bola longa que dava para recuperar, mas que deu para golo».

[Situação do Nacional] «Não podemos escamotear que quantos menos jogos faltam, não sair desta situação dificulta. Ainda assim, nada é definitivo. Há nove pontos para jogar, vamos atrás deles. Pelo desempenho dos últimos jogos, com um pouco mais de felicidade, teríamos mais uma mão cheia de pontos e um pouco menos apertados. Este ponto não é mau, não desanuvia, mas não era o que procurávamos».

Bruno José Ferreira / Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos