Declarações de Vasco Seabra, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o empate (2-2) frente ao Nacional:

«Foi um jogo em que entrámos bem, estivemos estáveis, conseguimos aproveitar o facto de a linha do Nacional estar alta, mas definimos mal. Tivemos a bola na trave que se entra ficaríamos de forma diferente no jogo, porque depois fomos ficando ansiosos. Sofremos o golo e quando sofremos o golo a equipa fica realmente muito ansiosa. Depois o jogo foi quase de sentido único, tirando as transições do Nacional. A equipa teve sempre muita atitude, muita vontade, muita entrega, mas depois veio a ansiedade, o que não faz sentido, porque temos condições para lutar por coisas boas, temos de ser mais serenos e tranquilos. A vontade de ganhar não nos pode tirar discernimento».

«Fica de amargo a nossa equipa ter qualidade para assumir o jogo. Estes jogadores merecem ser valorizados por aquilo que têm feito. Temos três jogos pela frente, queremos ultrapassar a marca dos quarenta pontos».

[Ainda sem vencer em casa?] «Quero acreditar que vamos terminar com três vitórias, o que equivalerá a que na última jornada vamos vencer em casa. Mais do que as vitórias que não temos conseguido em casa são as vitórias que a equipa tem fora, que antes não conseguia. Queremos terminar da melhor forma, para valorizar o que estamos a construir».

Bruno José Ferreira / Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos