Declarações do treinador do Tondela, Pako Ayestarán, na sala de imprensa do Estádio João Cardoso, após a derrota por 2-0 ante o FC Porto, em jogo da 26.ª jornada da I Liga:

«Mais do que o que faltou ao Tondela, foi o que fez o FC Porto para que nós não tivéssemos opções, sobretudo na primeira parte. Foram capazes de fixar-nos à nossa linha defensiva, somente com os dois avançados. Encontraram muito espaço atrás do nosso meio campo e isso gerou situações em que estavas sempre a meio do caminho, entre defender e atacar. Foi mais mérito do FC Porto, do que demérito nosso na primeira parte.»

«Na segunda parte, com a saída de três que fizemos com Filipe e os dois centrais, metendo muito mais o Bebeto pela direita, tivemos um pouco mais de controlo de jogo. Custou-lhes mais ter a posse de bola. Quando estivemos melhor, é certo que não criámos nenhuma situação importante, mas tivemos um par de chegadas pelo lado direito e pelo lado esquerdo. Faltou o último cruzamento. Também chegávamos com poucos jogadores à grande área, porque estávamos muito focados em cobrir a largura e os nossos interiores estavam longe para chegar à área. Tanto o primeiro como o segundo golo são erros nossos.»

[Principais diferenças entre o FC Porto e Sporting:] «Uma diferença importante é o número de jogos que tiveram de disputar. Sporting leva 33 jogos e FC Porto leva 44. São muitos jogos, com uma exigência máxima como é a da Champions League e não é fácil competir em ambas.»

Rafael Santos / Estádio João Cardoso, Tondela