Rui Quinta espera que a goleada sofrida pelo Penafiel na última jornada, diante do Sp. Braga, já esteja ultrapassada. E para isso ficar claro ambiciona um resultado positivo na visita deste domingo ao Arouca, em jogo da 12ª ronda da Liga.

«Esta semana a mensagem é muito simples: andámos dois dias sem comer, agora já mastigamos. Temos uma oportunidade de mostrar a toda a gente de que forma estamos revoltados e qual é o orgulho que nos guia», afirmou o técnico em conferência de imprensa, citado pela agência Lusa.

«Esse resultado [a goleada com o Sp. Braga] já foi na semana passada, já passou», reforçou. «Ainda ontem tive um funeral, chorámos o que tínhamos a chorar, abraçámo-nos e hoje já estamos noutro dia» acrescentou Rui Quinta, defendo que a equipa «não tem justificação para ficar num estado de depressão. «Até porque há uma série de adversários do nosso campeonato que também tiveram zero pontos na última jornada», lembrou.

O treinador do Penafiel deixou ainda elogios ao Arouca, que descereveu como uma equipa «muito experiente», com um treinador que «organiza muito bem as suas equipas». «Para além disso é uma equipa que sabe muito bem o que anda a fazer, que vai jogar no seu reduto. Tem, as rotinas muito bem treinadas, é uma equipa que se nota que tem trabalho feito», complementou.