António Folha, treinador do Benfica, em declarações na conferência de imprensa, após a derrota diante do Benfica, por 5-1, depois de ter estado a vencer por 1-0.

«O Benfica marca cinco golos, a minha equipa só um, não sou maluco para dizer que o resultado é injusto. Agora, é excessivo pelo que produzimos. Tivemos muitas oportunidades e criámos muitas dificuldades ao Benfica, muitas mesmo. E não é fácil fazer isso, tivemos muita personalidade. Por isso, no computo geral, estou muito agradado com a exibição e com a coragem de jogar num estádio com este ambiente, sem medo de ter bola, o que não é fácil.

Mas a minha equipa está de parabéns. Joga bem, cria muitas oportunidades e podemos estar tranquilos. Ainda temos conforto na tabela e mais dois jogos. Ainda temos muito jogo pela frente e queremos fazer mais.»

[sobre o erro de Possignolo que resultou no primeiro golo do Benfica]

«O erro é sempre do treinador, seja do que for. Sou eu que meto o jogador lá dentro. Os erros individuais acontecem sempre, uns notam-se mais do que outro. Mas acho que não é por aí que temos de analisar. Agora, concordo que o 2-1 deixou a equipa mais intranquila e menos rigorosa. E aí as coisas tornaram-se mais difíceis. Deixámos de estar lúcidos para fazer o que estávamos a fazer.»

Adérito Esteves / Estádio da Luz, em Lisboa