Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, em declarações na sala de imprensa do Portimão estádio, após o nulo frente ao Vizela, em jogo da sétima jornada da Liga:

«Somámos um ponto, mas não foi para isso que trabalhámos.

Os números do jogo são-nos favoráveis, porque fomos a equipa a ter mais posse de bola, principalmente na primeira parte, na qual tivemos várias ocasiões para fazer golo, mas em que tivemos más decisões.

Não conseguimos um golo porque não decidimos bem nos últimos metros do terreno.

Foi um jogo com um ritmo muito alto e com muito trabalho bem feito, porque não deixámos o Vizela ter bola, mas pecámos pela qualidade da maior parte das decisões não terem sido as melhores nos últimos metros do terreno.

Na segunda parte, corremos riscos e com as substituições tentei alterar e dar mais agressividade na busca do golo, mas, infelizmente, não conseguimos esse desidrato.

Temos mais remates, os números são-nos favoráveis, conseguimos travar o jogo do Vizela, mas foi pena não termos conseguido chegar ao golo.»