A FIGURA: André Silva

O avançado brasileiro ajudou a desbloquear o marcador pouco depois do início do jogo e mostrou ser capaz de fazer mais e melhor com o andar do encontro. E não defraudou. Basta ver a qualidade técnica que o «mestre André» colocou na cobrança do livre que deu o empate aos arouquenses aos 82 minutos.

 

O MOMENTO: livre e saco - MINUTO 82

André Silva cobra um livre com o pé esquerdo e a bola sobrevoa a barreira do Marítimo para se alojar no fundo das redes da baliza de Paulo Victor, que nem se mexeu. O marcador ficou fixado neste belo lance.

OUTROS DESTAQUES

Ricardinho: estreia auspiciosa do último reforço a chegar para reforçar o plantel do Marítimo no mercado que fechou em agosto. O jovem avançado brasileiro fez o golo do empate, mostrou bons movimentos e cultura tática. 

André Vidigal: acabou expulso - viu o segundo amarelo após uma falta cirúrgica - e nem sempre decidiu bem, mas causou muitos desequilíbrios ofensivos, como no lance que deu o primeiro golo do Marítimo.   

Fernando Castro: o guardião arouquense teve mais trabalho que o seu homólogo madeirense e acabou por efetuar grandes defesas em momentos importantes do jogo, dando confiança à equipa.  

Bukia: abriu o marcador numa fase precoce do jogo, revelando frieza e qualidade na finalização. Depois esteve algo intermitente, mas quando tinha a bola em condições, colocava a defesa madeirense em sentido.

Raul Caires