Carlos Carvalhal garantiu que o Rio Ave trabalhou «arduamente» esta semana para reverter o ciclo de quatro jornadas sem vencer no embate diante o Vitória de Setúbal, a contar para a 11.ª ronda da Liga.

«Temos sido penalizados pela falta de eficácia, porque temos construído jogo ofensivo, criado oportunidades, mas temos de finalizar melhor, temos trabalhado arduamente para isso esta semana», argumentou o treinador do Rio Ave, em conferência de imprensa.

«Creio que melhorando a capacidade física dos jogadores, mantendo a nossa qualidade de jogo e as oportunidades que estamos a criar, a eficácia vai melhorar. Não há sinal de alarme, mas temos de compreender o que se passa e tentar melhorar», acrescentou.

o técnico do conjunto vila-condense explicou que, apesar da partida assinalar o reencontro com uma equipa que já orientou, a vontade é a de «conseguir os três pontos.»

«É um clube em que tive bastante sucesso, vencendo a Taça da Liga e indo à Liga Europa e com o qual terei sempre uma ligação. Mas agora sou treinador do Rio Ave e, mesmo antevendo um jogo difícil, tenho uma confiança inabalável no meu grupo e a convicção que, com muita dificuldade, vamos conseguir os três pontos.»

Por último, o técnico de 53 anos confessou sentir uma «enorme satisfação» em reencontrar-se com Meyong, que já foi seu jogador, deixando elogios: «Desde que Meyong entrou na equipa deu um complemento ao trabalho do Sandro e por ter sido avançado, criou um 'upgrade' na equipa no capítulo da finalização. É um adversário que está com uma cara diferente, com mais jogadores na frente.»

O treinador do Rio Ave espera, por isso, «um Vitória destemido, muito coeso defensivamente, com jogadores rápidos na frente», lembrando que «nos últimos dois jogos fez quatro pontos».

Rio Ave-Vitória de Setúbal está agendado para este sábado, às 15h30.