Carlos Carvalhal, treinador do Sp. Braga, foi questionado no final do encontro pelas chamadas de atenção que fez a Galeno. O brasileiro perdeu vários lances, mas acabou por embalar para uma prestação positiva, inclusive com uma assistência.

O técnico explicou o que se passou com o extremo de uma forma curiosa. «Dei-lhe dois berros para acordar», disse, acrescentando depois que o brasileiro «entrou cheio de estilo» mas sem rendimento.

«Dei-lhe dois berros para acordar. Estava a jogar cheio de estilo e quando resolveu jogar à Galeno mudou o jogo. Acordou para a vida, temos de entender que a vida é mesmo assim, quando não somos aquilo que realmente somos transformamo-nos em jogadores vulgares. Foi o que aconteceu, chegou à terra, com dois berros foi o Galeno», atirou Carvalhal.

Bruno José Ferreira / Estádio Municipal de Braga