A derrota do Sp. Braga em Vila das Aves foi mal digerida pelos adeptos e o final do jogo ficou marcado por incidentes entre a Guarda Nacional Republicana (GNR) e os adeptos afetos ao emblema minhoto. Três adeptos tiveram de ser assistidos após o apito final de Rui Costa depois de uma carga policial já no exterior do estádio.

Vamos por partes. Os primeiros focos de tensão aconteceram ao intervalo, quando foi retirado o bombo aos adeptos do Sp. Braga por parte das forças de segurança. Gerou-se um momento de confusão com a GNR a sentir de necessidade de reforçar o dispositivo junto aos adeptos bracarenses, registando-se o arremesso de alguns objetos.

Já no final do jogo os adeptos protestaram quando os jogadores foram agradecer o apoio e Fransérgio acabou por reagir às palavras de ordem. O jogador teve de ser retirado do local pelos colegas, sendo que inclusivamente o técnico Sá Pinto foi ao local tentar serenar os ânimos.

Quase em simultâneo um grupo significativo de adeptos foi alvo de uma carga policial no exterior da bancada, presenciou o Maisfutebol a partir da tribuna de imprensa. No meio da confusão três adeptos do Sp. Braga tiveram de ser assistidos pelos Bombeiros da Vila das Aves.

Dois adeptos acabaram por desmaiar e um deles sofreu ferimentos numa perna, confirmou o nosso jornal junto dos elementos da corporação de bombeiros no local.

Bruno José Ferreira / Vila das Aves