Declarações do treinador do Sp. Braga, Custódio, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após a vitória por 3-2 ante o V. Guimarães, em jogo da 28.ª jornada da I Liga:

«Dedicar esta vitória aos adeptos, vamos sentindo falta deles e em especial ao Sr. Luís, o nosso enfermeiro, que está de luto e não pôde estar connosco hoje.»

«Não saiu peso, sabíamos o que esperar deste jogo, difícil, contra uma equipa de qualidade. Nesta fase, mais do que apresentar muitas vezes a qualidade - e por ser um dérbi, que tem uma carga emocional diferente - queríamos vencer e vencemos. Acabou por ser equilibrado, mesmo em oportunidades de golo, mas acho que a vitória nos assenta bem.»

[Troca de André Horta por Palhinha ao intervalo:] «Essa mudança foi para que pudéssemos equilibrar o meio-campo, tínhamos como estratégia uma ou outra situação, na qual eu queria um comportamento diferente dos nossos médios. Não estávamos a conseguir e achei necessária a troca, até pelas características do Palhinha. Mas foi uma troca normal, que acabou por beneficiar. Acho que, sem mudar muito os nossos comportamentos táticos, saímos beneficiados.»

«A parte individual do jogo está sempre lá. Quem tem jogadores de qualidade, como estas equipas têm, a qualquer momento podem fazer a diferença. Fizeram para o Sp. Braga. Ainda bem.»

«É diferente trabalhar sobre vitórias, a confiança vem com as vitórias e era o que procurávamos. Contente pelo rendimento dos jogadores, fizeram tudo para vencer, demonstraram atitude tremenda. É trabalhar em cima do próximo jogo, estamos dentro dos objetivos, são claros, eles sabem disso. Eu adoro ganhar, mas há uma coisa que detesto, que é perder.»

[Trincão:] «O Trincão é como todos os outros jogadores são: preponderantes.»

[Lesão de Sequeira:] «Estamos a reavaliar a situação, ainda não tenho informação, nas próximas horas saberemos a extensão da lesão.»

Ricardo Jorge Castro / Estádio Municipal de Braga, Braga