Declarações do treinador do Sporting, Ruben Amorim, na sala de imprensa do Estádio de São Luís, em Faro, após a vitória por 1-0 sobre o Farense, em jogo da 27.ª jornada da I Liga:

[Ao intervalo deu muitas indicações ao telefone...]: «Não estava a falar com a equipa técnica, estava a tratar de assuntos pessoais. Mas sou assim, não podendo estar a falar com os jogadores, isso cria mais ansiedade, daí o meu nervosismo.»

«Sabíamos que o campo era curto, que iria haver muitas segundas bolas, que queríamos mais gente no meio para ficar com a bola e, com o facto de o Farense nos tirar alguma profundidade, metemos um jogador extra em vez do Tiago Tomás, para ter essa posse. Por vezes, tivemos essa posse, variando o jogo frente a um Farense agressivo e bem organizado. Tivemos fases em que, variando o centro do jogo, conseguíamos criar espaço para jogar. Foi essa a ideia. Às vezes corre bem, às vezes corre mal. Por vezes, conseguimos, outras não. Mas vencemos e isso é o mais importante.»

Jorge Anjinho / Estádio de São Luís, Faro