No dia em que Pedro Gonçalves renovou o contrato com o Sporting, Ruben Amorim falou aos jornalistas na antevisão ao jogo com o V. Guimarães.

A renovação do melhor marcador do campeonato da época passada foi tema, mas também as várias renovações que têm sido feitas nas últimas semanas, como são os casos de Matheus Nunes, ou Daniel Bragança.

Nesse sentido, o treinador do Sporting foi questionado se os jogadores lhe têm agradecido a evolução que lhes garantiu o reconhecimento por parte do clube, mas frisou que eles não lhe devem qualquer tipo de agradecimento. Bem pelo contrário.

«Eu é que tenho de lhes agradecer. Eu fui o primeiro a renovar, não nos podemos esquecer disso. E agradeço aos jogadores. Eles é que são o espelho do treinador. Eles fazem o trabalho deles e têm o que merecem», começou por dizer.

«Mas há que salientar o trabalho da direção que, mesmo os jogadores tendo contratos longos, está atenta reconhece tem reforçado os contratos deles. Mas reforço: eles não têm de me agradecer, eu é que tenho de agradecer aquilo que eles me têm dado», rematou.

Adérito Esteves / Estádio José Alvalade, Lisboa