Rui Vitória era um treinador tranquilo depois da vitória do Benfica em Tondela, numa partida em que as águias já perdiam aos 41 segundos do jogo. A reação dos seus jogadores, por isso, deixou o técnico orgulhoso.

«Foi uma vitória justa, contra uma boa equipa, com um grau de dificuldade aumentado face ao golo no primeiro minuto. É algo que não pode acontecer, mas foi mais um desafio para nós.
A equipa teve uma reacção muito boa. Não era fácil jogar neste campo, mas a equipa nunca perdeu lucidez nem noção daquilo que tinha a fazer.»

«Tínhamos alguns movimentos específicos, nomeadamente com Rafa e Pizzi, e conseguimos ter várias oportunidades na primeira parte. Na segunda materializámos o nosso ascendente, com um Tondela muito bem organizado e com saídas rápidas para o ataque. Foi uma reação que eu gosto e gostei, pois foi mais um obstáculo ultrapassado e ganhámos o jogo, que foi fundamental. Esta reação demonstra força, envolvimento e capacidade da equipa. As competências estão cá, não foi um momento fácil [quatro jogos sem vencer] mas hoje ganhámos, com justiça, frente a um bom adversário.»

[temeu voltar a não ganhar?]

«Só temi fruto de bolas que não temos materializado nos jogos anteriores. Sempre pensei que iríamos vencer. Na primeira parte fizemos aquilo que queríamos e era preciso continuar a fazer certos movimentos. Depois entrou mais um homem e acabámos por materializar, mas estava confiante de que íamos fazer golo. Justiça, qualidade e reação é aquilo que mais se destaca.»

André Antunes Pereira / Estádio João Cardoso, em Tondela