FIGURA: Marcus Edwards
Um dos poucos que não teve direito a descanso, o extremo inglês tem crescido com os minutos que tem somado. Com drible curto, foi dos que mais mexeu com o jogo. Passe com as medidas certas para o golo inaugural de Bruno Duarte e slalom pela área dentro a cavar a grande penalidade que deu origem ao terceiro golo. Capacidade técnica acima da média, o jovem de vinte anos mostra em Guimarães aquilo que não conseguiu mostrar no Tottenham, que o levou a ser comparado a Lionel Messi.

MOMENTO: golo de Mikel (5’)
Se o primeiro golo do Vitória apareceu cedo, o segundo abanou ainda mais com o jogo. O 2-0  numa fase tão precoce teve repercussões no desenrolar do jogo, marcando-o definitivamente. Varela intercetou o esférico para a entrada na área, aparecendo Mikel Agu a ressacar de primeira. O remate nem saiu propriamente com força, mas teve colocação suficiente para não permitir a defesa a André Moreira.

OUTROS DESTAQUES

João Carlos Teixeira
Tem reclamado por oportunidades e esta noite mostrou-se a Ivo Vieira. Exibição com muita garra. Rematou muito, primeiramente até sem lhe correr muito bem, marcou e assistiu na reta final do encontro. Belo golo, a driblar André Moreira, e assistência consistente para Bonatini.

Bruno Duarte
Teve a oportunidade logo aos dois minutos e não desperdiçou. Enquadrou-se com a baliza e finalizou à ponta de lança. Momento de maior brilho de uma prestação esforçada e com bons pormenores.

Robinho
O extremo de 22 anos que ascendeu da equipa sub-23 foi dos mais esclarecidos ofensivamente na equipa de Pedro Ribeiro. Fez por mexer com o jogo e assinou um dos lances de maior perigo do Belenenses no início da segunda parte.

Tapsoba
A qualidade técnica leva a que, por vezes, se exceda com o esférico. Ainda assim, juntamente com Pedro Henrique, formou uma dupla sólida na defesa do V. Guimarães. Da marca dos onze metros voltou a fazer o gosto ao pé, chegando à meia dúzia de golos esta época.

Bruno José Ferreira / Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães