FIGURA: Tozé
Enérgico a balancear o Vitória. O médio voltou a fazer o gosto ao pé, da marca dos onze metros, adiantando o Vitória no marcador. Castigo máximo bem cobrado a assinar o oitavo golo de Tozé esta época, todos na Liga. Tal como os companheiros, teve de dar um pouco mais com a equipa a jogar em inferioridade numérica, estando sempre muito enérgico. Com a equipa a ter menos bola, sujeitou-se a mais trabalho defensivo do que o costume mas mesmo assim lançou-se sempre para o contra-ataque.

MOMENTO: expulsão de Wakaso (24m)
Em menos de vinte minutos Wakaso viu duas cartolinas amarelas, acabando expulso ainda numa fase precoce do jogo. O ganês travou Kalindi, Jorge Sousa não teve dúvidas e o rumo do jogo alterou-se de forma determinante. Até então confortável, o V. Guimarães acusou a inferioridade numérica vendo o Nacional ter o comando do jogo a partir desse momento.

OUTROS DESTAQUES

Dodô
Surpresa no onze de Luís Castro, o lateral direito parecia uma máquina no capítulo ofensivo. Projetou-se várias vezes pelo seu flanco, provocando rasgos no setor mais recuado do Nacional. As correrias pelo corredor direito impressionaram.

Riascos
Força extrema, velocidade nos limites. O avançado colombiano causou calafrios sempre que acelerou, quase sempre com os olhos postos na baliza de Miguel Silva. Foi dos principais agitadores da equipa orientada por Costinha.

Florent
Estreia a marcar no principal escalão do futebol português com aquele que até nem é o seu melhor pé. Grande golo do lateral esquerdo numa exibição bem conseguida a render o habitual titular Rafa Soares.

Daniel Guimarães
Sempre que o V. Guimarães construiu lances ofensivos criou perigo e o guarda-redes da equipa insular esteve inspirado entre os postos. Negou por várias vezes o segundo golo à equipa da casa com boas intervenções entre os postes.

Mattheus Oliveira
Regressou à equipa depois de ter estado indisponível na última jornada e foi o maestro na equipa do Vitória. Nem sempre decidiu bem, mas o que é facto é que a grande maioria do jogo passou pelos seus pés.

Bruno José Ferreira / Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães