FIGURA: Marcus Edwards
Ainda não está na sua melhor forma, por fezes é muito individualista e peca nas tomadas de decisão mas, mesmo assim, provocou dois golos e acaba por ficar ligado ao regresso ao triunfo do Vitória. Com dois cruzamentos venenosos o extremo inglês provocou o erro aos defesas do Nacional e, dessa forma, operou a cambalhota no marcador.

MOMENTO: autogolo de Kal
Instantes antes Camacho esteve na cara de Varela e permitiu a mancha ao guarda-redes. Numa fase em que o Nacional podia reagir, como reagiu, o terceiro golo acabou por ser o melhor que o Vitória poderia pedir naquela altura. Cruzamento venenoso de Edwards, Lucas Kal desvia para a própria baliza.

OUTROS DESTAQUES

Quaresma
Entre vários erros cometidos o pragmatismo e eficiência de Ricardo Quaresma foi o mais assertivo que o Vitória foi fazendo no jogo. Belo golo a estabelecer a igualdade, a uma exibição que se junta uma série de cruzamentos teleguiados.

Riascos
Portento físico. De cada vez que o avançado colombiano embalou foi motivo de calafrios para o último reduto da equipa da casa. Lutou muito na linha ofensiva montada por Luís Freire o atacante Riascos.

Estupinan
Quarto jogo, quinto golo. De dispensado a goleador da equipa. O atacante colombiano está com faro de golo e esta noite apontou o segundo golo da Equipa de João Henriques numa intervenção oportuna.

Francisco Ramos
Ex-jogador do Vitória, o médio foi um dos destaques do Nacional, evidenciando-se na limitação que fez à construção de jogo do adversário.

Bruno José Ferreira / Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães