FIGURA: Galeno
Chegou à mão cheia de golos esta época, carregando nos ombros a sentença do dérbi minhoto. Tentou impor a sua velocidade na primeira metade, mas foi quase sempre travado em falta e em desespero pelos adversários. Segurou-se e não desistiu, guardando forças para marcar na segunda metade. Após uma série de bolas ganhas pelo Sp. Braga o extremo encheu-se e armou o remate para o fundo das redes. Prestação positiva do brasileiro de 22 anos.

MOMENTO: golo de Galeno (71’)
Impondo a sua força o Sp. Braga não deixou o V. Guimarães sair das imediações da sua área, ganhando várias bolas. Galeno ganhou uma dessas bolas, driblou Al Musrati com facilidade e atirou depois para o segundo dos guerreiros. Douglas deixa a bola passar por baixo do corpo num golo em que fica mal na fotografia.

OUTROS DESTAQUES

Edwards
Não padeceu da síndrome da restante equipa do V. Guimarães e foi o elemento que tentou remar contra a maré. Fez por ir para cima, numa luta inglória e sem apoio metendo-se no meio de vários adversários.

Paulinho
Primeiro avisou de cabeça com um cabeceamento fulminante ao lado, depois marcou mesmo. Movimento à ponta de lança atirou de pé direito para o fundo das redes. Depois de bisar frente ao Besiktas apontou o nono golo da época.

Victor Garcia
Boa primeira parte do lateral direito, que juntamente com Edwards fez do lado direito o principal ponto de onde o Vitória tentava criar perigo. Um dos mais intensos do Vitória, saiu diminuído fisicamente ao intervalo.

Ricardo Horta
De pantufas, sem grandes correrias parece talhado para este tipo de jogos. Definiu quase sempre bem, jogou entre linhas e criou desequilíbrios com a sua capacidade para percorrer o campo todo. Ficou perto do golo logo aos dez minutos.

 
Bruno José Ferreira / Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães