Declarações de Álvaro Pacheco, treinador do Vizela, na sala de imprensa do Estádio do Vizela, após o empate (1-1) conseguido já nos minutos finais frente ao Santa Clara:

«Não foi só vontade, crença e alma. Foi também qualidade. Estiveram aqui três excelentes equipas. Na primeira parte o jogo foi equilibrado, com mais posse de bola do Santa Clara, mas sem oportunidades flagrantes. A segunda parte que foi toda do Vizela, pegámos no jogo. O Santa Clara foi duas vezes à nossa baliza, numa fez o remate e noutra faz golo. Chegámos a um empate merecido e justo. A partir do momento em que fez o golo o Santa Clara deixou de querer jogar, com antijogo e baixando o seu bloco. O golo não chegou do acaso, já antes criámos uma boa situação».

[Nova conquista de pontos nos últimos minutos] «Tem a ver com o que é ser jogador do Vizela e pertencer a esta equipa. Somos uma equipa corajosa, com atitude de ganhar os jogos e de proporcionar bons jogos. A alma e o querer são uma imagem e marca».

[Cassiano foi um triunfo?] «Passa uma energia fantástica, não só a qualidade desportiva, mas por trazer um crer, uma acreditar e muita alma à equipa. Com muita alma conseguiu levar isso para o campo, ele e os que entraram».

Bruno José Ferreira / Estádio do FC Vizela