"Incompreensivelmente, a senhora ministra da Justiça abdicou desta reforma, logo agora que a opinião pública começa a reconhecer o trabalho do Ministério Público, na investigação da criminalidade económica e perceciona que nenhum cidadão se encontra acima da lei", disse António Ventinhas.




Paula Teixeira da Cruz tem tomado "atitudes inexplicáveis"