“Há uma considerável parte da população portuguesa que se refere à tradição católica, que veicula esses valores e que pode também ter essa materialização em datas consignadas”, destacou, defendendo que “uma laicidade encarada positivamente não é um vazio das tradições religiosas”.