O Banco Comercial Português (BCP), que na última semana valorizou 8%, está a perder 0,98% para os 2,02 euros, com a tomada de mais-valias por parte dos investidores. A Energias de Portugal (EDP) também acompanha esta tendência negativa, com as acções a descerem 0,44% para os 2,28 euros.

Já a Portugal Telecom (PT) segue estável em 9,14 euros. O mesmo se verifica com a Sonae SGPS, nos 1,12 euros, enquanto que a subsidiária para as telecomunicações, a Sonaecom, desce 0,26% para os 3,86 euros.

A Jerónimo Martins soma 1,89% para os 10,24 euros no dia em que vai apresentar os números das vendas preliminares do ano passado. A Corticeira Amorim é dos títulos que mais sobe. As acções da empresa avançam 0,94% para os 1,07 euros.

No resto da Europa, o sentimento é positivo ainda que moderado. Este é um dia sem indicadores económicos relevantes. Os investidores preferem aguardar pelos resultados de gigantes tecnológicas do outro lado do Atlântico como a Intel.

O índice francês CAC soma 0,12%, o índice alemão DAX avança 0,06%, o índice londrino FTSE ganha 0,09%, depois de uma passagem pelo vermelho, e o índice madrileno IBEX sobe 0,08%.

Este início de semana foi negativo para as bolsas asiáticas. O índice Nikkei do Japão esteve encerrado devido a feriado, enquanto que a bolsa de Hong Kong terminou a sessão desta segunda-feira em queda, com o índice de Hang Seng a perder 0,32%.

Nos Estados Unidos, os mercados norte-americanos terminaram a sessão de sexta-feira passada em terreno misto. O índice Dow Jones fechou a perder 0,18%, enquanto que o índice Nasdaq ganhou 0,47%.
Sandra Pedro