A impulsionar o principal índice nacional estão dois dos pesos pesados. A Portugal Telecom (PT) soma 0,55% para os 9,09 euros, depois de anunciar a intenção de querer investir no sector de media brasileiro. Refira-se que, em Portugal, está presente no sector através da Lusomundo Media.

O Banco Comercial Português (BCP) avança 0,52% para os 1,93 euros, impulsionado pela conclusão da venda da Seguros e Pensões e pela vontade do banco em vender a área de crédito ao consumo. Já a Energias de Portugal (EDP) estabilizou nos 2,26 euros, depois de anunciar que irá apresentar uma alternativa para o negócio do gás ainda este trimestre.

A Reditus e a Novabase, que substituíram a Teixeira Duarte e a Portucel no PSI20, estão em correcção técnica. As acções da Reditus recuam 0,68% para os 4,35 euros, depois de uma valorização acima de 200% em 2004. Já os títulos da congénere descem 0,16% para os 6,15 euros.

No resto da Europa, o sentimento é positivo, com as principais praças europeias a reforçarem os ganhos do início da manhã. A praça madrilena encontra-se encerrada, devido a feriado em Espanha, assim como a bolsa grega, sueca e austríaca, também na sequência de feriado nos respectivos países. O índice alemão DAX soma 0,88%, o índice francês CAC ganha 0,75%, o índice londrino FTSE avança 0,51%.

Os investidores aguardam, no entanto, pelos dados sobre os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos, na véspera de se conhecer os números sobre a criação de emprego na maior economia do Mundo.

Esta quinta-feira foi de sentimento misto nos mercados asiáticos. O índice japonês Nikkei ganhou 0,48%, enquanto que o índice de Hong Kong, o Hang Seng, fechou a perder 0,38%.

Nos Estados Unidos, os mercados norte-americanos terminaram a sessão de quarta-feira em baixa. O índice Dow Jones perdeu 0,31% e o índice Nasdaq recuou 0,51%.
Sandra Pedro