O Banco Comercial Português (BCP) é o que mais estimula os ganhos. As acções do maior banco privado português sobem 1,52% para os 2,01 euros. Segue-se a Energias de Portugal (EDP), com mais 0,9% para os 2,24 euros. A Portugal Telecom (PT) dá uma ajuda ao somar 0,88% para os 9,13 euros, acompanhada pela Brisa, que avança 1,04% para os 6,82 euros.

Mas a liderar os ganhos está a Reditus, com os títulos da tecnológica a subirem 1,9% para os 4,29 euros, depois de ter tocado nos 4,37 euros. A Coticeira Amorim também segue em alta, estando a ganhar 1,72% para os 1,18 euros.

O Grupo Sonae continua a ser alvo de tomada de mais-valias. A Sonae SGPS recua 0,9% para os 1,10 euros, em linha com a subsidiária Sonaecom, que perde 0,26% para os 3,88 euros.

No resto da Europa, os mercados accionistas seguem impulsionados pelas tecnológicas e pelo sector mineiro, numa sessão marcada pela ausência das bolsas norte-americanas, devido ao feriado nos Estados Unidos. O índice alemão DAX ganha 0,28%, o índice francês CAC soma 0,47%, o índice londrino FTSE avança 0,3% e o índice madrileno IBEX sobe 0,38%.
Sandra Pedro